Os Perigos Da Religiosidade

Jeremias 7:2-24
Jeremias 7:2-24 Religião, segundo os dicionários, é a crença em um poder superior ou deus, que se manifesta por meio de um sistema de doutrinas, rituais e preceitos éticos próprios de um grupo social. A palavra religião vem do latim religare, significando religação com o divino. A religião é algo que o homem busca na tentativa de se ligar a Deus e de agradá-lo. A religiosidade é a característica de quem se liga fortemente à religião. Vamos entender através deste texto porque a religião não consegue fazer o que propõe e ainda como a religiosidade pode fazer exatamente o contrário: afastar-nos de Deus e nos levar a desagradá-lo.
I – A RELIGIOSIDADE SEM OBEDIÊNCIA À PALAVRA É VÃ – O profeta Jeremias foi enviado ao povo de Deus com uma Palavra especialmente endereçada aos religiosos (v.2). Eles praticavam sua religião fielmente: entravam no templo para adorar a Deus, mas pecavam abertamente, oprimindo o próximo, praticando assassinato (o que equivale, como ensinou Jesus em Mateus 5:22,23, à ira ou um insulto contra um irmão), idolatria, furto, mentiras e  perjúrio (jurar falsamente).  A mensagem de Deus por meio do profeta era: “Eu estou vendo tudo o que vocês estão fazendo. “E vocês acham que entrando no templo, cumprindo suas obrigações religiosas, estarão salvos?”. A religiosidade faz com que o homem dê mais importância à observância de obrigações, ritos, datas e  tradições do que  às  instruções dadas por Deus em Sua Palavra, trazendo um sentimento enganoso de segurança que o leva a continuar no pecado. O profeta Jeremias anuncia que viria julgamento por causa daquele comportamento, e até mesmo o templo, em que eles tanto confiavam, seria destruído. Obedeça à Palavra de Deus e seja salvo de todo engano religioso!
II – A RELIGIOSIDADE TRAZ CEGUEIRA ESPIRITUAL – Aquele povo não tinha um relacionamento com Deus, já não conseguiam ouvir Sua voz e viviam embaixo de engano (v.17,18). Muitas religiões trazem ensinamentos falsos e levam seus seguidores a fazerem coisas que Deus não pede, ou até mesmo abomina, em nome da religião. Deus não está interessado em nossas práticas religiosas, mas o Seu desejo é que demos ouvidos à Sua voz e que tenhamos um relacionamento com Ele. A religiosidade daquele povo tornou o seu coração duro e assim, andaram para trás e não para frente. (v.24).  No mundo inteiro temos exemplos claros de como a religiosidade tem provocado essa regressão do homem, nas mais diversas áreas (intolerância, guerras, miséria, medo, ansiedade, cegueira espiritual). Nos evangelhos, observamos o caso dos judeus religiosos que, por tanto zelo por sua religião, não reconheceram Jesus Cristo como Messias e o crucificaram, rejeitando a salvação que tinha vindo para eles. O apóstolo Paulo foi um homem muito religioso, mas ao ter um encontro com Cristo, teve seus olhos espirituais abertos e passou a entender que comparado ao conhecimento de Cristo, tudo aquilo não tinha valor algum (Fl 3:7-8). Aceite a Jesus como seu salvador e tenha seus olhos espirituais abertos!
III- A RELIGIOSIDADE NÃO É A PONTE QUE NOS LIGA A DEUS – Jesus Cristo é a ponte que nos religa a Deus. Você já ouviu falar das 4 Leis Espirituais? Nesse folheto baseado na Palavra, aprendemos que, de fato o homem está desligado de Deus (2ª lei), mas Deus tomou a iniciativa de enviar  Cristo  ao mundo para  morrer em uma cruz pelos nossos pecados, nos reconciliando com Ele (II Cor 5.18,19). Somente Jesus é o elo de religação do homem com Deus, único Mediador entre Deus e os homens (João 14.6; I Tm 2.5). Jesus é a verdadeira religião e através da fé nele somos salvos e transformados para agradar a Deus (Ef 2:8,9). Toda tentativa do homem fazer o que Deus já providenciou é inútil. CONCLUSÃO: O final da história dos religiosos do texto de Jeremias foi que eles sofreram o julgamento divino. Por não se arrependerem, tiveram sua terra, seu povo, seu templo destruídos, e os que sobreviveram foram levados cativos para a Babilônia. Já dizia o ditado: ”Religião não se discute”. Não há mesmo porque se discutir, já que não há esta ou aquela religião que possa nos levar a um relacionamento verdadeiro com o nosso Criador, nem a agradá-lo. Rejeite hoje todo espírito de religiosidade e vamos viver Jesus e a Sua Palavra, e assim viveremos a verdadeira religião.

Lição de Célula No 730 – 30 a 06/12/2015 – Daniel e Cláudia (12 Aps. Wagner & Eunice)