Com Quem Você Se Parece?

3 outubro 2011

COLOSSENSES 3:1-11.

Todos nós, com raríssimas exceções, podemos rapidamente responder a essa pergunta que servirá de base para a nossa reflexão: “com quem você se parece?” As respostas mais comuns são: pai, mãe ou irmão. Mas alguns também absorveram algumas características de alguém que lhes causou admiração na infância, talvez um professor ou um amigo. O fato é que construímos a nossa identidade a partir de pessoas que nos influenciaram. O Evangelho propõe uma mudança de referencial: você deve se parecer com Jesus.  O texto lido apresenta três caminhos para buscar essa semelhança com o Mestre:

I – ELEVAÇÃO DO PENSAMENTO – versículos 1 a 3

Todos os seus sentimentos, decisões e atitudes começam no pensamento. Quando você muda a forma de pensar, para o bem ou para o mal, muda consequentemente os resultados, para melhor ou para pior.  E mais: o pensamento é o responsável pela qualidade das suas emoções. Nas emoções você pode conquistar ou perder tudo. Portanto, você precisa elevar o pensamento e buscar as coisas do Alto.  Filipenses  4:8 ensina que o pensamento deve se deter naquilo que é verdadeiro, respeitável, justo, puro e amável. Era assim que Jesus conduzia a Sua forma de pensar. Você quer ser um cristão verdadeiro? Permita que Ele transforme a sua mente.

II – MUDANÇA DE ATITUDE – versículos 5 a 9

Quantas vezes você ficou decepcionado com alguém que agiu de um modo muito diferente de sua expectativa? E quantas vezes você se decepcionou com suas próprias atitudes? O Apóstolo Paulo olhava para si e assumia que muitas vezes não conseguia fazer o bem que queria; mas o mal que não queria, fazia (Romanos 7:18). Quando optamos por ser um verdadeiro seguidor de Jesus devemos combater todas as inclinações do “velho homem”. E a lista é grande. Vamos citar algumas: prostituição, impurezas, desejos malignos, avareza, ira, maldade, linguagem obscena, mentira. A Palavra nos ensina que devemos matar essas coisas. De que maneira? Buscando as coisas lá do alto. Ou seja, pela oração, leitura da Bíblia, a prática do jejum. Separe tempo de qualidade para seus momentos devocionais e Jesus Cristo te levará a novas atitudes diante das circunstâncias da vida.

III – CONHECIMENTO DE DEUS – versículos 10 e 11

Existe uma frase conhecida que diz: “conhecimento é poder”.  O poder transformador do conhecimento é inquestionável. Quantas pessoas mudaram totalmente os seus destinos e os de suas famílias porque fizeram faculdade, pós-graduação, mestrado ou doutorado e tiveram melhores oportunidades de trabalho? Isso é importante, mas não é tudo. Na sua caminhada neste mundo é o conhecimento de Deus que te dará poder para vencer as suas inclinações para o pecado. Esse conhecimento te fará assumir novas e surpreendentes posturas nas guerras entre suas duas naturezas: a carnal e a espiritual.  I Timóteo 2:4 nos diz que Deus deseja que cheguemos ao pleno conhecimento de que Ele é único e de que Jesus é o Único Mediador para chegarmos à Sua presença.  Aumente a cada dia o seu conhecimento de Deus. Acolha Jesus Cristo em seu coração.

CONCLUSÃO: É inegável que você guarda semelhança com aquelas pessoas que te influenciaram e que ainda te influenciam. Mas ser um cristão autêntico significa buscar um novo referencial. Em Hebreus 12:2 temos a receita certa: “olhando para Jesus, o Autor e Consumador da nossa fé”. Você pode ser uma nova pessoa, transformada e regenerada pelo poder do Evangelho. Diga sim para essa grande oportunidade. Diga sim para Jesus recebendo-O agora mesmo como seu Único Senhor e Salvador e torne-se mais parecido com Ele a cada dia.

Lição de Célula – Nº 513 – de 3 a 09/10/2011 – Prs. Cari&Noeme.